BeholderCast 107 – RPG e o Transtorno do Espectro Autista

Olá aventureiros, bem-vindos a Taverna do Beholder Cego! Hoje o tema é muito especial, o uso do RPG no tratamento do Transtorno do Espectro Autista.

Bardo e taverneiro recebem Rodrigo Fock do Genecast e Túlio Andrade do Grupo d20 para falarmos do RPG fora das mesas, imagine que o nosso hobby pode fazer muito mais do que apenas te levar para um mundo fantástico, ele realmente pode ajudar pessoas!

Então pegue seus dados, prepare-se para se emocionar e embarque nessa consulta sem medo de passar horas em uma intervenção, porque dessa vez, vai funcionar e será sensacional!

Aventureiro, você sabe algum outro uso do RPG para ajudar a sua comunidade? Gostou do podcast e quer acrescentar algo no episódio? mande seu e-mail para: contato@beholdercego.com

Ei rpgista, você ouviu o Túlio e quis saber mais sobre o projeto? que tal ver o curso dos caras? É só entrar aqui no link: Curso: Aplicando a Gamificação e o RPG nas áreas de educação e saúde

Assine e ouça também o GeneCast https://genecastpodcast.wordpress.com/

Conheça o Grupo D20 http://www.grupod20.com.br/

Apoie agora mesmo o Craftando no Catarse: CLIQUE AQUI

Conheça nosso canal no YouTube!


A taverna ainda possui alguns números de camisetas a venda então se você usa G ou P, não perca sua chance e peça agora mesmo a sua camiseta Dwarf no Barril uma verdadeira armadura para se usar no dia – a – dia.

Essa camiseta de enorme qualidade dá ao portador +3 em carisma, vantagens no teste de blefar, atuação e intimidação. Você pode pedir agora mesmo pelo e-mail: contato@beholdercego.com – Nós enviamos para todo o Brasil.

Camiseta Dwarf no Barril

Assine nosso feed: http://podcast.beholdercego.com/feed/podcast

Não deixe de compartilhar para todos os seus amigos e jogadores. Monte sua mesa e mande fotos e contos contando um pouco da sua aventura para a taverna!

Fale com a gente pelo e-mail: contato@beholdercego.com

Nas redes sociais somos @obeholdercego no Twitter e Instagram e no Facebook participe do Grupo da Taverna.

Não esqueça de ajudar a taverna divulgando nosso podcast e avaliando positivamente na ITunes.

Seja um padrinho da taverna e nos ajude a continuar crescendo em https://www.padrim.com.br/obeholdercego

Obrigada Padrinhos!

Muito obrigada aos nossos queridos padrinhos que contribuíram e estão ajudando a Taverna a crescer!
  • Alvaro Ferreira
  • Roger Ribeiro de Aguiar
  • Olavo Montenegro de Souza
  • Almir Rodrigues
  • Emilia Yamamoto
  • Thiago Gomes de Miranda
  • Alderico Dias Soares Junior
  • Giovani Vicente
  • Diogo Camillo Peres
  • Thalisson C. Torres
  • JORGE HENRIQUE LIMA DE SOUZA
  • Marcelo Rebello
  • Mikael Bissoni
  • Marcone Ellis Brant Chamone
  • Rodrigo Ambrosio Fock
  • Wesley Lube D. Neves
  • Pedro Henrique Rosa
  • Fernando Monteiro
  • Jorge Augusto Terrão
  • Alexandre Takaoka
  • Claudio Klein
  • Bruno Gregório
  • André Dorte dos Santos
  • Pedro Rossini
  • Yuri Travalin
  • Erik Luiz Grentesk
  • Bruno Pelisson Marques
  • Rodrigo Minan de Oliveira Crus
  • Douglas Jackson Almeida Silva
  • THIAGO EMILIO MARQUES MACHADO
  • Anderson Souza
  • Andressa Busetti Martins
  • Carlos Augusto Francisco Martins
  • Luiz Felipe Braga da Silva
  • Fernando José Vieira de Oliveira

Já foi considerado um Elfo – Paladino, hoje está mais para Meio Elfo – Bardo. Ama gastar a sola do tênis andando com os 4 filhos caninos e se pudesse viveria ao norte do Equador.

4 Replies to “BeholderCast 107 – RPG e o Transtorno do Espectro Autista”

  1. Fala pessoal! Aqui é o Rafael 47, do RPG Next.
    Episódio fantástico! Parabéns.
    Para ajudar na resposta à pergunta feita no fim do cast, sobre RPG e Educação, seguem algumas referências:

    Minha dissertação de mestrado:
    Adaptação do Jogo de RPG comercial Dungeons and Dragons 4th Editiona para o Ensino de Segunda Lingua: Inglês https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/34948/R%20-%20D%20-%20RAFAEL%20BAPTISTELLA%20LUIZ.pdf?sequence=1&isAllowed=y

    ZANINI, Maria do Carmo: Org. Anais do I simpósio de RPG & educação. São
    Paulo: Devir, 2004.

    SILVEIRA, Fabiano da Silva. RPG na sala de aula: criando um ambiente
    lúdico para o ensino da Língua Inglesa. (2007) Disponível em:
    .

    ROCHA, Mateus Souza. RPG: JOGO E CONHECIMENTO: O Role Playing
    Game como mobilizador de esferas do conhecimento. UNIMEP, 2006.
    Dissertação de Mestrado.

    RIYIS, Marcos Tanaka. SIMPLES. Sistema Inicial para Mestres-Professores
    Lecionarem através de uma Estratégia Motivadora. São Paulo: Ed. do autor,
    2004.

    PHILLIPS, B. D. Role-playing game in the English as a foreign language
    classroom. In: Proceedings. Taipei: Crane Publishing, 1994.

    MARCATTO, Alfeu. Saindo do quadro. São Paulo, 1996.

    KLIMICK, Carlos. Construção de Personagem & Aquisição de Linguagem
    O Desafio do RPG no INES. Dissertação de Mestrado em Design. Rio de
    Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, nov. 2003

  2. Só quero dizer que esse cast ficou fantástico, muito emocionante e marcou. E apesar de só estar escrevendo agora quero dizer que já tinha começado a maratonar o beholdercast e já estava gostando muito, mas foi nesse episódio que decidi e agora sou um Padrinho desse trabalho maravilhoso de vocês e todo mês venho tomar um Hidromel e comer um cordeiro assado e deixar minhas POs! Obrigado e continuem esse excepcional trabalho, abraços!

  3. Um urro poderoso pôde ser ouvido dublado de fora da Taverna, e se alguém tiver coragem pra ver o que estava acontecendo, havia um dragão enorme, mais de 10m de altura e 20m de envergadura. Suas escamas azuis brilhavam como metal contra a luz do entardecer.

    Pouco a pouco o ser draconico foi reduzindo de tamanho e quando aqueles que observaram se deram por conta, o ser já estava em tamanho quase humano, cerca de 2m de altura. Esse ser entrou na taverna, já vestido com uma capa que lhe cobria todo o corpo.

    Ele entrou na taverna, chegou à frente do Taverneiro e deixou um rolo de pergaminho, este era feito de fibras vegetais. Ele fez uma reverência leve e saiu da Taverna, transformando-se novamente e voando para longe.

    Após essa cena que causou apoplexia em muitos, assim que o Taverneiro resolvesse abrir o pergaminho, encontraria o texto…

    Salve Taverneiro, Bardo e Prix. Tudo bem com vocês? Que episódio representativo. Caraca, gostei de cada minuto dele, sem dúvida um dos melhores do Beholder. Eu mesmo tenho acompanhado essa tendência de tirar essa aparência demoníaca do RPG, aparência essa dada há tanto tempo e que não tem nada a ver, ganhando o lugar de destaque que merece.

    A iniciativa para utilização em terapia é maravilhosa, tenho certeza absoluta de que a tendência é aumentar essa utilização ao extremo, ao menos em minha opinião.

    Em resumo, parabéns pelo episódio que foi sensacional.

    Grande abraço e até o próximo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *