BeholderCast 81 – RPG Na Segunda Guerra Mundial

Bem-vindos aventureiros a mais um Beholdercast que em vez de podcast, mais parece uma viagem no tempo. Então junte-se ao Taverneiro mais querido do Brasil, ao Bardo que adora matar players que dão muita sopa na mesa, o único Amigo Imaginário que realmente existe e ao grande escritor brasileiro Eduardo Sporh, para falarmos da Segunda Guerra Mundial.

Como inserir seus jogadores nesse momento tão importante da nossa história e quais ganchos utilizar. Descubra se é viável misturar o sobrenatural com o real, quebrar o tecido da realidade e enfrentar alguns bastardos cruzando trincheiras. Tudo isso e muito mais nesse podcast que vai fazer você pensar duas vezes antes de investigar o que foi aquele barulho estranho na floresta!

Você já jogou/narrou no período da Segunda Guerra Mundial? Conta pra gente como você utilizou o plot na sua mesa no e-mail obeholdercego@gmail.com


A taverna ainda possui alguns números de camisetas a venda então se você usa G ou P, não perca sua chance e peça agora mesmo a sua camiseta Dwarf no Barril uma verdadeira armadura para se usar no dia – a – dia.

Essa camiseta de enorme qualidade dá ao portador +3 em carisma, vantagens no teste de blefar, atuação e intimidação. Você pode pedir agora mesmo pelo e-mail: obeholdercego@gmail.com – Nós enviamos para todo o Brasil.

Camiseta Dwarf no Barril

Camiseta Dwarf no Barril

Assine nosso feed: http://podcast.beholdercego.com/feed/podcast

Não deixe de compartilhar para todos os seus amigos e jogadores. Monte sua mesa e mande fotos e contos contando um pouco da sua aventura para a taverna!

Fale com a gente pelo e-mail: obeholdercego@gmail.com

Nas redes sociais somos @obeholdercego no Twitter e Instagram e no Facebook participe do Grupo da Taverna.

Não esqueça de ajudar a taverna divulgando nosso podcast e avaliando positivamente na ITunes.

Seja um padrinho da taverna e nos ajude a continuar crescendo em https://www.padrim.com.br/obeholdercego

Obrigada Padrinhos!

Muito obrigada aos nossos queridos padrinhos que contribuíram e estão ajudando a Taverna a crescer!
  • Olavo Montenegro de Souza
  • Almir Rodrigues
  • Emilia Yamamoto
  • Amarilio
  • Marcone Ellis Brant Chamone
  • Rodrigo Ambrosio Fock
  • Wesley Lube D. Neves
  • Fernando Monteiro
  • Alexandre Takaoka
  • Claudio Klein
  • Bruno Gregorio
  • André Dorte dos Santos
  • Hermes Canhas
  • Pedro Rossini
  • Yuri Travalin
  • Erik Luiz Grenteski
  • Bruno Pelisson Marques
  • Claudio Klein
  • Douglas Jackson Almeida Silva
  • Anderson Souza
  • Luiz Felipe Braga da Silva
  • Jonathan Diego Knopf

Ouça também nosso cast com André Gordirro sobre Star Wars

BeholderCast 80 – Star Wars RPG

Ouça a baixo o BeholderCast 81 – RPG Na Segunda Guerra Mundial

Já foi considerado um Elfo – Paladino, hoje está mais para Meio Elfo – Bardo. Ama gastar a sola do tênis andando com os 4 filhos caninos e se pudesse viveria ao norte do Equador.

4 Replies to “BeholderCast 81 – RPG Na Segunda Guerra Mundial”

  1. Bom, só tenho uma coisa para dizer, Taverneiro que não aguenta beber, não tá valendo nada!!!
    rsrsrsrs

    Cara, eu adoraria jogar uma mesa ambientada na Primeira Guerra mesmo, onde ainda não tínhamos a mesma tecnologia da 2ª, pq mesmo que tenha acontecido apenas alguns anos antes da 2ª G.M., a tecnologia existente nela é quase medieval, tanto que a infantaria dos exércitos portavam espadas para caso ficassem sem monição ou não desse tempo para recarregar as armas, além de existirem relatos de grandes combates corpo à corpo em campo aberto. Mas seria um jogo sem mesclar magia ou fantasia, imaginem um clérigo nessa situação, o cara seria basicamente um médico de campo, que também deveria ser um combatente, um ranger se encaixaria muito bem também para rastrear as tropas inimigas, um bárbaro seria aquele soldado que ficou sem munição e resolveu sair atacando à todos com a espada ou até mesmo aquele camponês que não confia em armas de fogo, pois era muito comum falharem, ai só confia no machado de duas mãos dele, enfim, acho que seria muito legal ver isso.

    Bom, fico por aqui e deixo umas moedas de ouro para o bardo e pagar uma roda de cerveja para os demais visitantes da taverna.

  2. Salve Bardo e Taverneiro! Jorge presente em mais um comentário. Sou um draconato monge cavaleiro arcano de nível 1. Gastei vários pontos de XP pra adquirir essa multiclasse tripla, e agora é se tornar mais poderoso do que nunca.

    Sobre o episódio, vocês conseguiram vários participantes fortes, não? Fico contente por vocês. Segunda guerra… Acho até interessante utilizar isso em mesas de RPG, principalmente em O Chamado de Cthulhu, que já tem um fundo de terror psicológico que é muito presente neste cenário.

    Mas uma coisa que eu achei interessante jogar em mescla com esse cenário duas questões, como o cenário do Capitão América (adicionando algumas pontas de personagens super) e jogos como Medal of Honor, que já é baseado em segunda guerra, mas em pontos não explorados na história.

    Uma cena interessante ao meu ver para se jogar em uma mesa fosse no dia D ou na batalha da Normandia, onde podemos dar destaque aos jogadores como personagens, e dependendo do que fizerem, ao final do jogo fazê-los veteranos de guerra atormentados pelo terror que viveram.

    Grande abraço e até o próximo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *