BeholderCego 151 – Folclore e Causos

Olá aventureiros, hoje bardo juntamente com a dama de Ferro da Taverna, recebem Andreolli Costa, o colecionador de Sacis, para falarmos sobre a riqueza do folclore nacional e como podemos utiliza-lo em nossas mesas!

Então pegue sua peneira, mastigue muito alho e aprenda a traçar capim o mais breve possível pois nesse podcast você descobrirá a verdade sobre o boto, aprenderá a capturar o saci e se tudo der certo, você escapa da Iara com vida pra contar a história!

Conta pra gente se você gostou desse podcast e se já usou o folclore na sua mesa? Mande seu e-mail para contato@beholdercego.com

Quer iniciar sua sua carreira de escritor? A Editora Cha está em busca de novos autores independentes e quer te conhecer! https://forms.gle/2N4iDBL9azNvhVia9

Ajude o Beholder Cego respondendo a nossa pesquisa:  
https://goo.gl/forms/PTte0xEqiZj1e1u32

Compre pelo link do Beholder e ajude a taverna a manter os goblins longe das ruas e dos crimes:

Compre a camiseta Dwarf no Barril

Camiseta Dwarf no Barril


Conheça agora as novas camisetas da Taverna:

Assine nosso feed: http://podcast.beholdercego.com/feed/podcast

Não deixe de compartilhar para todos os seus amigos e jogadores. Monte sua mesa e mande fotos e contos contando um pouco da sua aventura para a taverna!

Fale com a gente pelo e-mail: contato@beholdercego.com

Nas redes sociais somos @obeholdercego no Twitter e Instagram e no Facebook participe do Grupo da Taverna.

Não esqueça de ajudar a taverna divulgando nosso podcast e avaliando positivamente na ITunes.

Seja um padrinho da taverna e nos ajude a continuar crescendo em https://www.padrim.com.br/obeholdercego

PicPay da Taverna

Obrigada Padrinhos!

Muito obrigada aos nossos queridos padrinhos que contribuíram e estão ajudando a Taverna a crescer!
  • Andre Batista Moreira
  • Daniel Freira da Silva
  • Mattheus Belo
  • Davidson
  • Emilia Yamamoto
  • Diogo Camillo Peres
  • Felipe Gomes
  • Jorge Monteiro Pedrosa
  • Victor Hugo Clébis
  • Thalisson C. Torres
  • Marcelo Rebello
  • Cleiton Correa Medeiros
  • Thiago Carazzai
  • Ulisses Tasqueti
  • Thiago Gomes de Miranda
  • Eduardo Sierra
  • Wesley Lube D. Neves
  • Pedro Henrique Rosa
  • Jorge Augusto Terrão
  • André Samuel Nunez
  • Daniel Natã
  • Bruno Gregório
  • Rodrigo Fock
  • André Dorte dos Santos
  • Erik Luiz Grentesk
  • Bruno Pelisson Marques
  • Rodrigo Minan de Oliveira Crus
  • Douglas Jackson Almeida Silva
  • Andressa Busetti Martins
  • Carlos Augusto Francisco Martins
  • Luiz Felipe Braga da Silva
  • Fernando José Vieira de Oliveira
  • Ronan Gutoch
  • Alexandre Taka
  • Gustavo Ceragioli
  • Alfredo Filho
  • Jorge Henrique
  • Matheus Oshiro
  • Vagner Junior
  • Marcos Vinicius Santos
  • Anderson Souza
  • Marcelo Augusto Reis Silva
  • Igor Marinho
  • Mauricio Oliveira
  • Renato Batista
  • Willian Klein
  • Cássio Racy
  • Israel Gomes
  • Walquiria Lima
  • André Kupkovski
  • Bruno Tolentino
  • Salomão Santiago
  • Sergio Crelis Junior
  • Willen Ribeiro do Prado
  • Henrique Susin Scopel
  • Vinicius Haubert
  • Rafael Marques da Silva
  • José Enio 
  • Romulo Moraes
  • Kalouro
  • Felipe Augusto Nunes Da Silva
  • Matheus Amilton De Souza
  • Douglas Dias
  • Aline Maciel
  • João Victor de Melo
  • Pedro Quintanilha
  • Rafael Correa Nagy
  • Tiago Cunha dos Santos
  • Gustavo Caldini Lourençon
  • Gustavo Mortari Ferreira
  • José Antônio Silveira Ferreira
  • Paulo Weber Louvem Gomes
  • Bruno Rodrigues Piva
  • Eduardo Marques
  • Alexandre Kawanishi
  • Bruno Fávaro Piovan
  • Jailton Alves Geronimo
  • Marcelo Miyoshi
  • Vinicius Gomes da Vitoria
  • Ricardo Adelino de Sales
  • Bruno Fernandes Santos
  • Rafael David Sales Machado
  • Roosevelt Pessoa Suna
  • Cleyton Geovanini

4 Replies to “BeholderCego 151 – Folclore e Causos”

  1. Se for pensar bem o Curupira é tipo O Predador. Ele ta sempre na espreita, confunde a galera, imita vozes e se você vacilar ele pega e tchau pro cara. Dava pra fazer uma aventura f#dassa com o curupira caçando uma galera na mata. Excelente episódio!

  2. Galera do beholder cego, achei massa o episódio, e isso me deixou mais empolgado com um beholdercast sobre o cenario/sistema a bandeira do elefante é da arara.

  3. ouvindo o episódio tive a ideia de um ritual para a invocação do Mboi Tata: pegue os resto de uma cobra e os envolva com ervas sagradas, coloque o embrulho em cima de uma pira feita apenas com material vegetal, a pira deve ser acendida enquanto entoasse cânticos louvando os protetores das florestas e pedindo a ajuda do Mboi Tata, os cânticos devem continuar enquanto o fogo arder. o Mboi Tata começa agir antes do ritual acabar e protege os invocadores porem se os invocadores pararem o ritual antes do fogo apagar o Mboi Tata se volta contra os invocadores e os mata

    nota: os poderes do Mboi Tata variam com o tipo de cobra, por exemplo: uma cobra constritora será grande e destruirá os inimigos usando a força, já uma peçonhenta ira destruir os inimigos enlouquecendo eles ou levando alguma doença horrível
    nota2: é absolutamente importante que a cobra tenha morrido de velhice ou tenha morrido por causa do inimigo dos invocadores para que a fúria da cobra não se volte contra os invocadores

  4. Ótimo podcast!!
    Já tinha pesquisado sobre o folclore brasileiro para uma campanha de investigação sobrenatural, onde um departamento mal visto do IBAMA cuida dos casos de aparição e cuidados. Exemplo caso uma família de Mapinguaris resolvam migrar, esse departamento cuida desses casos para que não aja vítimas e até mesmo manter o folclore em segredo.
    Ultimamente estou usando a lenda dos 7 filhos de Tau e Kerana, os Sete Filhos do Mal.
    Belo cast e espero que continuem o ótimo trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *